terça-feira, 15 de abril de 2014

Cuca de Goiabada

Postado por: Marília

Esfriou né? E esse tempinho com chuva só me faz desejar estar no aconchego do meu lar. Se tiver uma manta e bolo recém assado então é perfeito!

Vi esta Cuca de Goiabada no site do Gastronomismo no especial de Comida Gaúcha. Se a imagem enche os olhos, o sabor então... é divino!





Fiz assim: numa panela pequena levei ao fogo brando 1/2 xícara (chá) de leite com 2 colheres (sopa) de manteiga, apenas até derretê-la. Numa tigelinha, preparei a esponja para a massa do bolo: 1 colher (sopa) de fermento biológico seco, 2 colheres (sopa) de açúcar e acrescentei aos poucos água morna até virar uma pastinha. Deixei descansar com 10 minutos.

Numa outra tigela acrescentei 2 xícaras (chá) de farinha de trigo e 1/2 xícara de chá de açúcar. Fiz um buraco no centro e acrescentei a mistura do fermento e 1 ovo. Fui misturando com as mãos e acrescentando aos poucos a mistura do leite morno. Continuei mexendo até a massa ficar homogênea. Tapei a tigela com uma pano limpo e deixei a massa descansar por 20 minutos.

Enquanto a massa crescia preparei a farofa com 1 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 xícara (chá) de açúcar e 100g de manteiga gelada cortada em cubos. Para dar sabor, acrescentei 1 colher (sobremesa) de canela em pó. Fui mexendo com as pontas dos dedos até todos os ingredientes estarem agregados. Coloquei na geladeira até o momento de utilizá-la.

Untei e enfarinhei uma forma de bolo inglês e despejei a massa. Acrescentei 50g de goiabada cortada em cubinhos dentro da massa, afundando-as dando espaço entre elas. Sobre a massa, despejei a farofa e utilizei mais 50g de goiabada cortada em cubinhos para a cobertura. Levei para assar em forno pré aquecido a 180º por aproximadamente 30 minutos.

O cheiro que fica pela casa é delicioso!

Minhas Considerações:


- a água para a esponja deve estar morna. Isso é muito importante. Se fria, o fermento não será ativado. Se quente demais, os micro-organismos presentes morrerão e seu bolo vai embatumar!

- embora seja utilizado o fermento biológico, o ponto da massa é molinho, lembrando a massa de bolo mesmo e não de pão;

- sugiro que inicie preaquecendo o forno, untando e enfarinhando a forma; picando a manteiga (reserve na geladeira até a utilização) e a goiabada - que deve ser aquela molinha para derreter bem. Com a cascão não chega-se a este resultado).

- Embora pareça trabalhoso a execução é extremamente simples e vale muito a pena. Recomendo fortemente!

Bom apetite!